Opção de migração para PP-3 é estendido até 30 de abril

Opção de migração para PP-3 é estendido até 30 de abril

820

A Petros anunciou em 31 de março, no seu Portal (www.petros.com.br), a extensão do prazo para migração para o PP-3 por mais 30 dias. O objetivo é dar mais tempo aos participantes para tomar a decisão sobre a migração para o novo plano de contribuição definida. Assim, ativos, aposentados e pensionistas do PPSP-R e do PPSP-NR da Petrobras têm até 30 de abril para fazer a escolha.

É importante lembrar que a opção pela migração para o PP-3 é irretratável e irrevogável. Isso significa que todas as escolhas feitas no Termo de Opção pela Migração para o PP-3, disponível no ambiente especial de migração, são finais, não podendo ser alteradas após o envio do formulário eletrônico. Também não é possível desistir da opção de migrar depois do envio do termo. Por isso, estude cuidadosamente todas as características do PP-3 antes de fazer suas escolhas. No hotsite do PP-3, simule e avalie com cautela todos os cenários disponíveis para você, quantas vezes quiser, antes de tomar uma decisão.

A migração para o PP-3 encerra todo e qualquer vínculo com o plano de origem. E, embora a opção pelo PP-3 implique renúncia de todos os direitos no plano de origem, até a efetivação da migração, o participante terá de cumprir todas as obrigações no PPSP-R ou no PPSP-NR e continuará também com todos os direitos originais resguardados até o início das operações do novo plano.

Acompanhe em nosso Portal as informações sobre a migração. Informe-se. Pese todos os riscos, analise os prós e os contras e tome uma decisão consciente sobre a adesão ao PP-3. O seu futuro agradece.

Leia Mais:

PP-3: Migrar ou não migrar? Informe-se

PP-3: Petros lança novos livros digitais sobre saques e empréstimos

Petros lança e-book sobre tributação

Petros lança e-book sobre renúncia judicial

Petros altera regra para renuncia judicial para ações coletivas