Posicionamento da AMBEP em relação à Proposta alternativa para o PED da Petros

Posicionamento da AMBEP em relação à Proposta alternativa para o PED da Petros

1815

Em reunião do Fórum em Defesa dos Participantes da Petros, realizada no dia 28 de maio, no Rio de Janeiro, a AMBEP se posicionou em relação à proposta alternativa para o PED da Petros. O Fórum é integrado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), seus sindicatos e demais Entidades, como a AMBEP. Confira, abaixo, o que ficou registrado em ata da reunião:

“Considerando que uma das razões que resultaram na atual situação do plano PPSP foi a formalização do AOR, no qual as partes envolvidas não cumpriram com o estabelecido; considerando que a Repactuação feita de forma irregular e o não cumprimento pelas Patrocinadoras para com os Não Repactuados com o estabelecido no artigo 41 do RPB culminou numa enxurrada de ações na Justiça para obtenção de direitos legítimos; considerando que os sindicatos signatários do AOR abriram mão indevidamente de metade da dívida da Patrocinadora, o que agravou a situação de déficit do PPSP;

A AMBEP se posiciona da seguinte forma em relação à proposta alternativa para o PED da Petros:

1- Aceita as premissas técnicas de mudança do regulamento do PPSP desde que se faça, concomitantemente, a fusão das massas de REPACTUADOS e NÃO REPACTUADOS;

2- Fique estabelecido que, no processo, o Grupo Pré-70 continue com seus encargos relativos ao equacionamento a cargo da Petrobrás, conforme já foi definido;

3- A mudança se faça principalmente no PED atual com os acertos necessários em relação aos valores já pagos ou ainda devidos pelos participantes;

4- Não abrimos mão da cobrança das dívidas das Patrocinadoras para com o fundo PPSP.”