Petros tem novo Diretor de Seguridade

Petros tem novo Diretor de Seguridade

361

A Petros anunciou em seu portal que o Conselho Deliberativo da Petros aprovou, em reunião realizada no dia 24 de fevereiro, o nome de Akira Miki para a Diretoria de Seguridade, que estava sendo ocupada interinamente, desde junho do ano passado, pelo diretor de Riscos, Administração e Finanças, Leonardo Moraes. Antes de ser empossado, o novo diretor de Seguridade precisa ser habilitado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc).

Segundo a Fundação, a escolha de Akira Miki foi conduzida por uma consultoria externa especializada em recrutamento, assim como ocorreu na seleção dos demais membros da Diretoria Executiva. Desde 2018, ele estava à frente da Gerência Executiva Atuarial e de Desenvolvimento de Planos da Petros.

Currículo do novo diretor
Com mais de 30 anos de experiência em previdência complementar, o executivo é formado em Ciências Atuariais, Direito e Estatística. Com MBA em Gestão Atuarial, pela FIPECAFI/FEA (USP), e em Gestão em Instituições Financeiras, pela Universidade Católica de Brasília, o novo diretor também possui certificações importantes, como CPA-20, da Anbima.

Desde os anos 90, atua em grandes projetos que envolvem estudos técnicos, modelagens e criação de planos. Foi profissional de carreira do Banco do Brasil (BB), por onde se aposentou. E, antes de chegar à Petros, geriu as áreas atuarial e de cadastro da Previ, fundo de pensão do BB. Também passou pela gerência atuarial de BB Previdência e Sistel, além de ter participado, em 2013, do grupo de trabalho que implementou o plano de benefícios da Funpresp (Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo).