Novo PED da Petros foi apresentado no dia 15

Novo PED da Petros foi apresentado no dia 15

612


No dia 15 de outubro, a AMBEP participou de uma reunião do Grupo de Trabalho da Petrobras para a apresentação de uma nova proposta de Plano de Equacionamento da Petros às Federações. A reunião, promovida pelo novo presidente da Fundação, Bruno Dias, contou com a participação das entidades do setor. A AMBEP foi representada pelo Sr. Pedro Carvalho, Assessor da Presidência.

O novo plano de equacionamento prevê redução de benefícios em troca de um prazo mais longo e contribuições extras menores. Além disso, será usado também para cobrir o déficit de R$ 8,4 bilhões registrado em 2018, que não está coberto pelo atual plano em vigor. Segundo o conselheiro Deliberativo eleito, José Roberto Vieira, apoiado pela AMBEP, de forma resumida, a proposta inicial contempla:

• Equacionamento dos déficits de 2015 e 2018;
• Manutenção do PPSP-R e PPSP-NR;
• Segregação dos Pré-70;
• Utilização do CNPC – 30;
• Redução de Benefícios Futuros (Pecúlio, Pensão e 13º);
• Contrapartida das Patrocinadoras referente à redução de benefício;
• Alíquota única da contribuição extraordinária;
• Não haverá necessidade de abrir mão das ações judiciais em andamento.

A expectativa é que esse novo plano seja aprovado até o fim do ano, mas antes precisa ser aprovado pelo Conselho Deliberativo da Petros, pela Petrobras, pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) e pela Previc.

Quer saber mais? Acesse aqui a apresentação completa do Novo Plano.

Acompanhe em nosso Portal o andamento deste novo PED.