Mudanças na AMS têm afetado diretamente os beneficiários

Mudanças na AMS têm afetado diretamente os beneficiários

615

Em janeiro deste ano, começaram a entrar em vigor as mudanças da AMS, definidas em Acordo Coletivo de Trabalho. A primeira refere-se ao custeio para o pequeno risco, que passou de 70%×30% para 60%×40%. Essa alteração poderá aumentar a conta deficitária dos participantes, principalmente os de menores salários.

Outra mudança que começou este mês diz respeito à coparticipação no Benefício Farmácia. Para este caso, sugerimos que o associado verifique o saldo devedor no site da AMS, pois existem débitos referentes ao sistema anterior de desconto do benefício, que foi suspenso durante um tempo, e pode estar sendo cobrado cumulativamente.

Para debater os assuntos citados, foi agendada uma reunião, para o dia 25 de janeiro, entre a Petrobras e as Federações de Petroleiros (FUP e FNP). A AMBEP não participa das negociações junto à Petrobras nem de qualquer Comissão para tratar de assuntos referentes à AMS, mas seguiremos acompanhando atentamente os desdobramentos dessa reunião.

Fique atento aos nossos canais de comunicação que, assim que tivermos novidades sobre o tema, informaremos aos nossos associados.