Como evitar a desidratação no verão

Como evitar a desidratação no verão

671

O verão já chegou com intensidade no país. A época mais quente do ano é esperada por ser o principal período de férias do ano, e por isso exige maiores cuidados com a saúde. O calor é responsável por proporcionar condições ideais para a ocorrência de algumas doenças. Uma das mais frequentes é a desidratação, que provoca a perda de líquidos e sais minerais do corpo.
Muitas pessoas não sabem, mas o ser humano perde em média 2,5 litros de água por dia pela urina, fezes, suor e até pela respiração. No verão, essa perda pode ser ainda maior devido ao aumento da transpiração ou alterações provocadas pela ingestão de alimentos contaminados ou malconservados, ocasionando vômitos e diarreias. A pessoa sente sede, fica muito tempo sem urinar, apresenta secura na boca e nas mucosas, olhos fundos e ressecados e tende a ficar mais irritada.

Em alguns casos, a desidratação pode ser grave e, por isso deve ser evitada. Para prevenir, prefira locais arejados e com sombra, use roupas leves e ingira bastante líquidos ao longo do dia, sem esquecer de ficar atento aos alimentos consumidos.

No caso de suspeita de desidratação, o soro caseiro é um bom auxílio na reidratação. Para prepará-lo, basta misturar uma colher de chá de açúcar e uma colher de café de sal em um litro de água. A pessoa deve ingerir o soro a cada 20 minutos e após cada evacuação, no caso de diarreia. Em casos mais graves, recomenda-se buscar atendimento hospitalar.