Você conhece a Síndrome de Burnout?

Você conhece a Síndrome de Burnout?

241

Quem nunca passou por estresse no trabalho? Difícil alguém nunca ter enfrentado jornadas longas, pressão de chefia e medo de perder o emprego. Viver sob essa condição pode levar o estresse ao extremo e provocar um quadro de esgotamento profissional conhecido como síndrome de burnout.

Trata-se de um distúrbio psíquico caracterizado pelo estado de tensão emocional e estresse provocados por condições de trabalho desgastantes. Professores e policiais, por exemplo, estão entre as classes mais atingidas. No entanto, com o ritmo estressante das grandes cidades e das empresas tem refletido no aumento significativo de casos.

Mas como identificar essa síndrome? O sintoma típico da síndrome de burnout é a sensação de esgotamento físico e emocional que se reflete em atitudes negativas, como:

  • Ausências no trabalho;
  • Agressividade;
  • Isolamento;
  • Mudanças bruscas de humor;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração;
  • Lapsos de memória;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Pessimismo;
  • Baixa autoestima.

Dor de cabeça, enxaqueca, cansaço, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, crises de asma, distúrbios gastrintestinais são manifestações físicas que podem estar associadas à síndrome.

Tratamento

O tratamento da síndrome de burnout inclui o uso de antidepressivos e psicoterapia. Atividade física regular e exercícios de relaxamento também são altamente recomendados para ajudar a controlar os sintomas.

É importante praticar exercícios e desfrutar de momentos de descontração e lazer. Mudanças no estilo de vida podem ser a melhor forma de prevenção e de tratamento da síndrome. E não hesite em procurar ajuda profissional. A saúde mental é tão importante quanto a física.