Mão formigando? Saiba as causas

Mão formigando? Saiba as causas

434

Aquela sensação de dormência que sentimos temporariamente nas mãos e nos pés parece que estamos sendo picados por centenas de pequenos objetos pontudos. Na maioria das vezes, o desconforto passa logo, mas pode acontecer de ele ser um sinal de alerta que merece atenção. Também conhecido como parestesia, esse formigamento pode ser descrito como perda de sensibilidade, dormência, queimação ou coceira. É importante ficar atento que, quando esse sintoma não passa, pode ser um sinal de alguma doença neurológica.

Para saber qual é a hora certa para procurar ajuda especializada, observe as características do sintoma. Fique atento, porque a alteração de sensibilidade acontece nas extremidades, como as mãos, e pode vir acompanhada de:

  • Perda de força muscular;
  • Aumento da transpiração;
  • Alteração da coloração da pele;
  • Dor

IMPORTANTE! Em geral, isso acontece nas extremidades, como as mãos, mas pode afetar outras partes do seu corpo.

Pessoas com mais incidência do problema
Alguns grupos poderão apresentar o sintoma com maior frequência. Confira quais são eles:

  • Pessoas com diabetes;
  • Pessoas com hipotireoidismo;
  • Pessoas com carências vitamínicas, principalmente a vitamina B12;
  • Pessoas que fazem uso contínuo de medicamentos;
  • Pessoas com movimentos repetitivos com as mãos ou braços;
  • Pessoas com artrose na altura do pescoço.

Diagnóstico

Além de ouvir o relato do paciente na hora da consulta, o médico fará o exame físico. Alguns exames, como a eletroneuromiografia, podem ser solicitados. Este teste, por exemplo, ajuda o médico a classificar a gravidade da Síndrome do Túnel do carpo, uma das causas mais comuns do formigamento nas mãos. A realização de exames complementares como os de imagem —radiografia, ultrassom, ressonância magnética— e exames laboratoriais, vão confirmar ou descartar outras possíveis e frequentes origens do problema, como as doenças metabólicas (diabetes, hipotireoidismo e carência vitamínica).

Como prevenir
Se o formigamento é do tipo transitório, você deve movimentar as mãos ou livrar-se de alguma roupa ou acessório que possa estar comprimindo seus braços ou seu corpo. Você também pode reduzir as chances de sentir esse desconforto colocando em prática as seguintes estratégias:

  • Reduza o risco de ter problemas no pescoço ou na coluna, ou seja, tenha cuidado ao levantar pesos;
  • Evite movimentos repetitivos;
  • Faça pausas durante o trabalho;
  • Evite má postura;
  • Controle o diabetes;
  • Evite o consumo excessivo de álcool;
  • Esteja atento à alimentação para evitar deficiências vitamínicas, especialmente a B12, relacionada à saúde do sistema nervoso. Caso você tenha suspeita de ser esse o seu caso, busque o médico para avaliar a eventual necessidade de adequação da dieta e suplementação.