Escolha o lado bom da vida

Escolha o lado bom da vida

256

A pandemia mudou completamente nosso jeito de viver e conviver em sociedade. Passamos a trabalhar em home office, adotamos novas tecnologias para nos comunicar com parentes e amigos, e até aumentamos o hábito de fazer compras on-line. Tudo com o propósito de evitar aglomerações e o contágio da Covid-19.

Ficar em casa ainda é importante para a nossa saúde e a de quem queremos bem. O momento é difícil, mas podemos aproveitá-lo para aprender mais sobre nós mesmos, repensar como estamos vivendo e cuidar da mente e do corpo.

“Nós fomos pegos de surpresa, no ano passado, e tivemos que nos adaptar ao isolamento e nos questionar a respeito do modo como estávamos vivendo. Essa é a grande questão, claro, analisando friamente e colocando de lado todo o sofrimento de perdas de pessoas queridas. O autoconhecimento é o início para encontrarmos um novo caminho”, avalia a psicanalista Mônica Donetto Guedes.

Fica claro que diante de uma crise nós podemos nos reinventar ou ficar paralisados. Tudo depende de nossas perspectivas, mas com criatividade, podemos aprender a fazer coisas novas, encontrar novos hobbies, realizar nosso trabalho e encarar a vida de uma maneira diferente. Mônica dá algumas dicas para aproveitarmos melhor essa situação inusitada de isolamento social e mudança de hábitos que nos foi imposta um ano atrás, tirando dela o que há de melhor.

É IMPORTANTE ESCOLHER SABER VIVER

“Busque aquilo que te dê prazer. Resgate nas suas memórias afetivas o que te traz boas lembranças e conforto. O que você gostaria de fazer e até hoje não fez por falta de oportunidades? Nessa busca interior, encontre recursos para agir de forma preventiva, com segurança, e que possam dar mais sabor e leveza para sua vida”, aconselha.

A psicanalista comenta, ainda, que o caminho para melhorar o ambiente passa também pela quebra de conceitos como “no futuro, terei mais tempo”, “em breve realizo esse sonho” etc. A vida é agora. Não deixe para depois. Tire da gaveta aquele projeto antigo e permita-se recomeçar. Como diz Roberto Carlos: é preciso saber viver.

ESTE É UM MOMENTO PARA SE PRESERVAR

A informação é fundamental, mas se evitar jornais e revistas é uma saída para não se sobrecarregar, siga esse caminho. Mônica reforça que não devemos ficar focados em excessos, pois eles também nos angustiam. “Escolha poucas fontes principais de notícia. A ideia não é ficar alienado, mas também não tornar isso uma obsessão que poderá fazer mal.” Faça escolhas que apontem para o lado positivo da vida e encontre o seu equilíbrio mental e espiritual

POSSIBILIDADES VARIADAS AO SEU ALCANCE

“Olhe para o lado e perceba as oportunidades à sua volta. Não deixe que as limitações e a impotência sejam verdades prontas”, afirma a psicanalista. Talvez não possamos ir a restaurantes agora, mas podemos cozinhar junto com a família em casa.

Sua sala se transforma em um novo espaço de convivência. O isolamento é uma oportunidade para viver melhor com sua família e dividir tarefas em casa. Para muitas pessoas, o simples fato de arrumar a casa ajuda a organizar a mente e relaxar.

Que tal criar um clube do livro com seus pais ou filhos? Selecione um livro para lerem juntos e depois discutirem sobre a obra. Outra opção: se você faz meditação regularmente, estimule as outras pessoas que moram na casa para fazerem também. O bem-estar coletivo beneficia a todos.

Conclusão: faça escolhas que apontem para o lado positivo da vida e encontre o seu equilíbrio mental e espiritual. Tudo passa e esse momento difícil pelo qual todos estamos passando também vai passar.

ARRANJE UM NOVO COMPANHEIRO

Na pandemia, muitas pessoas que moram sozinhas resolveram adotar um pet. Além de ser uma companhia fiel para crianças, jovens e adultos de todas as idades, a convivência com o animal é uma distração. O afeto com o pet ajuda na redução de ansiedade, e estimula a produção de endorfina, que contribui com o relaxamento do corpo. Lembre-se, porém, de que ter um pet representa uma responsabilidade. Antes de realizar a adoção e decidir qual será a raça, pesquise e pondere sobre o assunto.

Confira outras matérias em nossa Revista da AMBEP. Clique aqui.