Produção do pré-sal ultrapassa marca de 1 milhão de barris por dia

barril de petroleo

A Petrobras informou na sexta-feira (03/06) que a produção de petróleo do pré-sal ultrapassou pela primeira vez a marca de 1 milhão de barris por dia. O recorde foi atingido no dia 8 de maio.

Em comunicado oficial, a companhia diz que o feito comprova “não só a viabilidade técnica e econômica do pré-sal, como também a sua alta produtividade”.

“Os projetos de produção do pré-sal são, hoje, a principal aposta e foco de investimentos da Petrobras, por sua importância estratégica e alta rentabilidade. Eles são a garantia, junto aos demais projetos do nosso portfólio, de maior previsibilidade para as nossas metas e curva de produção”, afirma, no texto, a diretora de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes.

Há hoje sete sistemas de produção de petróleo no pré-sal da Bacia de Santos. Outras oito plataformas da Bacia de Campos extraem petróleo tanto do pré-sal quanto do pós-sal.

Em sua posse na sede da empresa, nesta quinta-feira (2), o novo presidente da companhia, Pedro Parente, frisou que os projetos do pré-sal são a maior prioridade da companhia neste momento.

Ele defendeu, porém, o fim da regra que obriga a Petrobras a participar com 30% de todos os projetos do pré-sal, alegando que a mudança permitiria acelerar a extração das reservas sem onerar ainda mais a empresa.

No comunicado distribuído na sexta, a Petrobras volta a defender a competitividade do pré-sal mesmo em tempos de petróleo barato. Segundo a companhia, o custo de produção na área caiu para US$ 8 por barril, em decorrência de inovações tecnológicas e da alta produtividade dos poços.

Ainda este ano, duas novas plataformas serão instaladas na Bacia de Santos, adicionando uma capacidade de 250 mil barris por dia.

(Fonte: Folha de S. Paulo, por Nicola Pamplona, 03/06/2016)