Petros: Informação importante sobre o custeio da Saúde Petrobras

Petros: Informação importante sobre o custeio da Saúde Petrobras

608

Conforme comunicado divulgado em 13/09 pela Saúde Petrobras, a relação de custeio do Plano AMS, que corresponde à proporção da participação da empresa e dos empregados ativos e assistidos no pagamento da assistência médica, foi alterada para beneficiários representados por sindicatos que não assinaram o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2022/2023 até 31/8, com vigência a partir deste mês de setembro.

Contudo, conforme atualização do comunicado feita pela Saúde Petrobras em 15/09/2022, os beneficiários representados por sindicatos que assinaram o ACT 2022/2023 neste mês, após o fechamento da folha, sofrerão o desconto com base na tabela 50%x50% nesta folha, mas receberão a diferença ajustada no contracheque de outubro, retroativamente.

A mudança não afeta os beneficiários de base marítima, que têm o ACT 2020/2022 vigente até 31/10/2022.

Petros não tem ingerência sobre descontos

É importante ressaltar que a Petros não participa das negociações do ACT das patrocinadoras do plano Saúde Petrobras, nem tem qualquer ingerência sobre os descontos referentes ao Plano AMS. A Fundação apenas efetua os lançamentos nos contracheques na forma definida. Até por isso, os canais de relacionamento da Petros não têm como esclarecer dúvidas sobre esse assunto.

Assim, para mais informações sobre as mudanças na relação de custeio do seu plano de saúde, procure os canais de atendimento da Saúde Petrobras pelo 0800 728 3372 ou por mensagem de texto via WhatsApp (31) 98470-5004.

Fonte: Petros