INSS estende convênio com a Petros até junho

INSS estende convênio com a Petros até junho

1929

No dia 18 de janeiro, o INSS anunciou, por meio de ofício, que o pagamento do benefício pelo convênio com a Petros será prorrogado até junho. A BR Distribuidora, que tem convênio próprio com o INSS, também teve seu convênio estendido. Sendo assim, o pagamento do INSS efetuado pela rede bancária será efetuado a partir do benefício de julho, que será creditado até o 5° dia útil de agosto.

No ano passado, o INSS comunicou às entidades fechadas de previdência complementar a decisão de pagar os segurados diretamente pela rede bancária, encerrando o convênio para pagamento via fundos de pensão. Inicialmente, a mudança aconteceria a partir de janeiro, mas o prazo foi prorrogado até março e, agora, até junho.

Em virtude da extensão do convênio, a BR Distribuidora já formalizou com a Petros a continuação do adiantamento da verba do INSS até junho. Assim, os aposentados e pensionistas da empresa continuarão recebendo 40% dos benefícios da Petros e do INSS no dia 10 e os outros 60% no dia 25. Quem não tiver a opção de recebimento no dia 10, continuará recebendo seus benefícios no dia 25.

Agora, a Petros está negociando também com a Petrobras a manutenção do adiantamento até junho. A princípio, esse adiantamento está valendo até fevereiro. Assim que a patrocinadora anunciar sua decisão sobre o adiantamento da verba do INSS para os meses de março, abril, maio e junho, os participantes serão comunicados.

ARTIGOS SIMILARES