Práticas holísticas contribuem para o equilíbrio mental

Práticas holísticas contribuem para o equilíbrio mental

82

Em tempos de reclusão, é fundamental cuidar da saúde mental. Algumas práticas cognitivas, como leitura, palavras-cruzadas e Sudoku são atividades que funcionam como uma espécie de musculação cerebral, aumentam os níveis de concentração e nos aproximam da nossa consciência.

Além disso, há outras duas práticas holísticas bem conhecidas e possíveis de serem executadas em casa para auxiliar no relaxamento do corpo e da mente: a Yoga e a meditação. Segundo Telmo Vilela, professor de medicina chinesa e educador físico, ambas as técnicas, oriundas do Oriente, têm algumas semelhanças entre si, como liberação hormonal, controle da mente e um contato maior com nós mesmos. Mas, apesar dessas características em comum, as duas atividades, na prática, são bem diferentes.

Telmo conta que um dos tipos de Yoga mais conhecidos é a Hata Yoga, mais fácil e parecida com uma aula de alongamento. “As semelhanças com o alongamento são basicamente relacionadas às posturas físicas. Quando entram as mentalizações e as respirações, a Yoga assume seu protagonismo. Em época de isolamento social, a Yoga pode ajudar, inclusive, a combater o estresse e a depressão”, destaca o professor e educador.

Outra técnica que ganha cada vez mais adeptos é a meditação, que estimula o desenvolvimento de habilidades como a concentração e o relaxamento, além de trazer o foco para o presente. “A meditação ajuda a nos afastarmos dos padrões mentais que nos aprisionam e escravizam há muitos anos. A prática proporciona um mergulho em direção a nós mesmos e nos conecta com o Divino, trazendo paz e tranquilidade”, ressalta.

Pratique meditação!

Confira nossas dicas e conecte-se com seu interior:

  • Escolha o tipo de meditação que combina mais com você.
  • Abandone a ansiedade e as grandes expectativas com relação aos resultados da meditação. Não tenha pressa nem fique contando os dias para que grandes mudanças aconteçam na sua vida. Entregue-se à prática.
  • Escolha um ambiente silencioso na sua casa para ser o seu ‘cantinho da meditação’. Jamais medite com TV ligada, barulhos ou na companhia de outras pessoas. Se preferir, coloque, no máximo, uma música de relaxamento.
  • Sente-se sempre num local confortável. Pode ser na beira da cama, numa cadeira ou no chão usando um colchonete.
  • Mantenha um leve sorriso durante a prática da meditação. O sorriso relaxa a mente e aumenta a sensação de paz.