Planejando uma viagem? Visite o cirurgião vascular

Planejando uma viagem? Visite o cirurgião vascular

69

Ao preparar uma viagem, muitas pessoas lembram de comprar as passagens, reservar hotel e checar passaportes, entre outras providências. No entanto, muitos não se preocupam em procurar um cirurgião vascular antes de embarcar.

É que durante uma longa viagem, com duração igual ou superior a 3 horas, principalmente de avião, pode ocorrer uma trombose venosa, com o deslocamento de coágulos e obstrução da oxigenação sanguínea no pulmão, que pode levar a uma morte súbita. Isso ocorre porque a circulação dos membros inferiores fica comprometido por conta da posição das pernas, podendo causar inchaço, petéquias (manchas vermelhas) e, em casos mais graves, trombose.

Alguns estudos mostram que mais de 500 pessoas falecem por ano dentro de aviões e cerca de 25% das pessoas com trombose declararam ter feito viagem de avião recentemente. O imobilismo é muito perigoso na geração de tromboses venosas profundas, que ocorrem quando há parada na drenagem periférica do sangue e são mais frequentes em pacientes obesos, sedentários, com alterações do colesterol ou com problemas cardíacos.

Pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença, como evitar ficar parado na mesma posição por longos períodos. Se a viagem é de carro ou ônibus, é necessário parar para se esticar a cada duas horas. Na estrada ou em viagens de avião, vale fazer exercícios com mãos, braços e pernas.

Confira alguns cuidados importantes durante a viagem:

  • Tomar bastante líquido: a hidratação deixa o sangue mais fluído e dificulta a formação de coágulo. É importante lembrar que o ar-condicionado das aeronaves desidrata consideravelmente.
  • Procure sentar no banco do automóvel com a coluna bem apoiada no encosto do assento. Além disso, mantenha as pernas um pouco abertas e evite cruzá-las, pois pode haver flexão do quadril e sobrecarregamento da lombar, podendo correr o risco de gerar hérnia de disco na coluna.
  • Movimentar os pés para cima e para baixo para contrair as panturrilhas e auxiliar na circulação.
  • Não consumir bebidas alcoólicas: o álcool ingerido será eliminado pelo corpo através da urina e isso auxilia na desidratação, deixando o sangue menos fluído e propiciando a formação de coágulos.
  • Utilizar meia elástica de compressão para comprimir as pernas e auxiliar o retorno do sangue para o coração.
  • Pacientes com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, devem redobrar os cuidados. Além de alongar e fazer exercícios durante a viagem, devem usar meias elásticas que previnem tromboses. Outra dica é sempre ter os medicamentos por perto para evitar intercorrências, como alterações repentinas da pressão ou da glicemia.
  • Para evitar as alterações nos ouvidos durante a viagem, vale fazer manobras para despressurizar, como bocejar. Elas ajudam a equilibrar a pressão do ouvido.